Não há crime comprovado contra presidenta, diz advogado-geral da União

0
226

EM DESTAQUE – 05.05.16: “Processo de impedimento é válido quando há crime”, defendeu o ministro-chefe da Advocacia-Geral da União, José Eduardo Cardozo, hoje, no Senado Federal. Segundo ele, não há crime comprovado cometido pela presidenta Dilma Rousseff.