Médicos contestam decisão do Tribunal Europeu dos Direitos do Homem

0
21

A *Ordem Profissional de Médicos de Ancara* criticou o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos por ter rejeitado um pedido de dois professores, que desejam ser libertados da prisão por razões de saúde, depois de *cinco meses* de *greve de fome*. Ambos têm tomado suplementos líquidos para sobreviver.

*Nuriye Gulmen*, professora, e *Semih Ozakca*, professor da escola primária, pediram ao Tribunal com sede em Estrasburgo que ordenasse à Justiça turca deixá-los em liberdade. No entanto, o *TEDH* deci…
LEIA MAIS: http://pt.euronews.com/2017/08/03/turquia-medicos-ancara-contestam-decisao-tribunal-europeu-direitos-homem

euronews: o canal de notícias mais visto na Europa
Subscreva! http://www.youtube.com/subscription_center?add_user=euronewspt

euronews está disponível em 13 línguas: https://www.youtube.com/user/euronewsnetwork/channels
Em português:
Site: http://pt.euronews.com
Facebook: https://www.facebook.com/euronews
Twitter: http://twitter.com/euronewspt