Advogado-geral da União fala sobre mandato de segurança que pede anulação do processo de impedimento

0
65

REPÓRTER NBR – 10.05.2016: O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, afirmou nesta terça-feira (10/05) que afastar do cargo um presidente da República sem que ele tenha praticado crime de responsabilidade seria uma ruptura institucional que demonstraria a fragilidade da democracia brasileira. A declaração foi dada durante entrevista coletiva na qual o ministro deu detalhes sobre mandado de segurança impetrado no Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir, em caráter liminar, a suspensão do processo de impeachment.